terça-feira, 9 de setembro de 2014

Guitarristas em Voo Solo - Rafael Balboa lança prévia do seu disco



O músico cearense Rafael Balboa é uma das figuras carimbadas do circuito musical cearense e atualmente integra o time da Casa do Blues, evento semanal que realiza shows gratuitos em todos os sábados deste ano no Estoril. Na manhã desta terça-feira (9), Balboa lançou a música “I Love You So Bad”, com participação da cantora Elaine Portobello, integrante das bandas 4joy e Bella Vox.

Rafael Balboa finaliza álbum solo, previsto para ser lançado em novembro.
A canção é a segunda divulgada pelo guitarrista do seu vindouro álbum, intitulado “Birth” e previsto para ser lançado em novembro. A primeira música lançada foi a “Let me tell you ’bout this girl”. Ambas ainda são prévias, mas dão uma ideia de como ficará o resultado final do trabalho. O álbum foi gravado no estúdio Magnólia e produzido por Lucas Guterres.
Passando por grupos como Killer Queen (Queen cover) e Full Time Rockers, o guitarrista vem investindo cada vez mais em carreira solo, com músicas voltadas para o rock, funk, soul e R&B. Rafael Balboa antes de embarcar na música autoral ainda integrou as bandas covers Lítio, Revoluta, Bluesnake, Crazy Train e Drive Sex.
O guitarrista é acompanhado nos palcos de Rildney Bixin (bateria), Argeu Herbster (teclado) e Eduardo Jorge (baixo). No disco, teve a participação ainda de Cláudio Mendes (teclado), Thiago Mãozinha (sax), Ricardo Abreu (trompete), Daniel Costa (trombone) e Robertinho Marçal (batera).

Fonte : Blog Rock Nordeste - Diário do Nordeste

quarta-feira, 3 de setembro de 2014

Superando Limites - Resistência e Palhetada Alternada - Por Jota Sabóia




Lembro que em 1998 em umas das minhas aulas de violão clássico discutíamos sobre alongamentos , resistência e alguns aspectos relacionados a anatomia do corpo e sua adaptação e adequação ao violão.
Todos sabemos que alongamentos antes de começar a treinar violão ou guitarra é muito importante, ter horário de repousar também, já que quando tocamos estamos usando músculos dos braços, antebraço e prestar atenção na postura é essencial.
Neste artigo tentarei reunir um pouco de minha experiência de “Músico + Técnico em Segurança do Trabalho”, afim de chegar a algumas conclusões após pesquisa e resultados pessoais para o desenvolvimento de palhetada alternada para desenvolvimento de velocidade.
Sim , mais o que tem haver Segurança do Trabalho com Música?
Bem amigos, na Segurança do Trabalho nós estudamos uma disciplina chamada Ergonomia que é a adaptação do homem as máquinas ou equipamentos, afim de que se execute as atividades da forma mais segura possível observando os limites e a anatomia do Corpo Humano.
Como tive um vasto estudo de anatomia e após algumas pesquisas na área da Educação Física sobre resistência e desenvolvimento muscular , acho que este artigo pode ajudar e gerar uma nova visão sobre algumas limitações do Corpo Humano e dar algumas dicas de como vencê-las.
Será que a resistência muscular do braço ou antebraço afeta na hora da palhetada?
A Resistência Muscular é a capacidade de um grupo muscular executar contrações repetidas por um período de tempo suficiente para causar a fadiga muscular.
É definida pela habilidade do grupo de músculos exercer um esforço submáximo por um extenso período. Força de resistência pode ser atingida por ambas as contrações, sustentadas (estática) e repetidas (dinâmica). Um programa de exercícios com pesos é o caminho mais eficiente para obter capacidade muscular.

Ao executar a palhetada alternada em exercícios mais longos ou monster licks e frases longas é inevitável não sentir um leve cansaço nos músculos do braço ou ombro da mão que está executando a palhetada. Sendo assim , da mesma maneira que um atleta se prepara para um jogo de futebol, o músico também é indicado estar com o vigor físico em dia.

O ideal é fazer musculação , que além de ajudar e servir para a manutenção da saúde, ter vigor e disposição física pode melhorar sua resistência e assim otimizar a técnica de palhetada alternada.

Não estou falando aqui que está é uma formula para o tal assunto, é apenas uma dica, pois uma das principais limitações que eu tinha era essa, pois eu sentia um cansaço no braço e percebi que se eu aumentasse minha resistência eu iria sentir menos o braço e conseguir executar exercícios por mais tempo.

Já a velocidade é algo Gradual ou seja em graus , você sobe aos poucos.

Pegue um exercício ou lick e comece a executar no metrônomo em um tempo lento e vá aumentando gradativamente, quando estiver executando com segurança sem engolir notas, ai sim vá executando em uma velocidade maior e assim por diante.

Todo resultado é fruto de muito trabalho e disciplina, todos que estão tocando muito bem e conseguindo fazer coisas difíceis evoluíram passo a passo e com muita perseverança e persistência. Não existe fórmula mágica , como diz o Técnico Muricy só existe Trabalho meu amigo , muito trabalho.

Então amigo motive-se mais ainda do que você já está e continue ralando em busca de superar seus próprios limites.

Lembre-se de que a Evolução não é ficar melhor do que os outros e sim superar a você mesmos , seus próprios limites. Se amanhã você tocar melhor do que você está tocando hoje ai sim você estará evoluindo.

Muito obrigado amigos e até mais .

Para Aulas Online via Skype entre em contato por email

Ou pelo Facebook

Jota Sabóia

Aulas Online via Skype - Evolução online ao seu alcance


Evolução Online ao seu alcance!!!
Aulas de Guitarra Online
Já é realidade o novo método de ensino de guitarra a distância,
diversos guitarristas estão ensinando da mesma maneira e é até uma forma de mais conforto pois o aluno não precisa sair de casa.
Nosso método foi desenvolvido pelo site Mestre da Guitarra através do Professor Jota Sabóia e está a cada dia conquistando mais e mais alunos em todo o Brasil.
As aulas são via SKYPE onde você tem a sua disposição 4 horas aulas mensais, sendo 1 hora a cada semana e Vasto Material abrangendo todos os assuntos da Guitarra dividido em Módulos: Básico – Intermediário - Avançado.
A cada aula você recebe os arquivos em Guitar Pro, playbacks, Arquivos em Áudio e em Vídeos em algumas aulas.
Para agendar e marcar sua Aula mande um email para o Professor Jota Sabóia ou adicione o facebook para mais informações:

Assuntos Abordados :
Conhecimento do Braço do instrumento
Combinações cromáticas (Série 1 2 3 4)
Intervalos
Tríades
Sistema CAGED
Campo harmônico Maior:
Campo harmônico Maior em tríades
Campo harmônico Maior em tétrades
Escala Maior ( 5 desenhos)
Escalas Menor Natural ( 5 Desenhos )
Campo harmônico gerado pela escala menor Natural
Padrões Melódicos
Escalas Pentatônicas:
(Penta Am7 / Penta Am6 / Penta A7 / Penta A Dim / Penta A7 Dom Dim )
Penta Blues
Frases das Pentas
O Mundo da Improvisação
Dicas de improvisação
Improvisação no Blues
Arpejos em Tríade
Arpejos em Tétrade
Campo harmônico em Arpejos
Sweep picking. Hammer on
Pull off
Tapping
Improvisação por acordes
Improvisação “II V I”
Principais Progressões
Harmonia Funcional
Leis Tonais
Inversão de Acordes
Modos Gregos:
( Jônio – Dórico – Frígio – Lídio – Mixolídio – Eólio – Lócrio )
Principais acordes usados pelos Modos
Frases dos Modos
Escala Menor Harmônica
Campo harmônico gerado pela escala menor harmônica
Modos Gerados pela Menor Harmônica
Frases da Menor Harmônica
Escala Menor Melódica
Campo Harmônico gerado pela escala Menor Melódica
Modos Gerados pela Menor Melódica
Frases da Menor Melódica
Desenvolvimento Rítmico e Melódico
Escalas simétricas:
Escala de Tons Inteiros
Escala Diminuta
Arpejo Diminuto
Escala Dom Dim
Escala Hexafônica
Escalas Exóticas
Não perca tempo faça já sua matrícula!!!
O Pagamento é feito via depósito Bancário, marque já sua aula com o Professor Jota Sabóia:
O Curso tem garantia e Metodologia do Site Mestre da Guitarra

terça-feira, 1 de julho de 2014

quarta-feira, 18 de junho de 2014

Um gramofone com dock para smartphones em estilo steampunk


Este gramofone estilo steampunk foi todo feito à mão com vários objetos antigos, mas não é só para figuração, já que conta com uma caixa de som Bluetooth da Apple. O dock é para iPhone e iPod, mas se o comprador quiser, pode ser adaptado para outro smartphone.
Como estamos falando de algo artesanal e único, não é de se espantar que este gramofone custe uma pequena fortuna na Etsy, mas mesmo que você não ache tão caro, nem adianta se animar, pois o criador da peça só garante o frete dentro dos Estados Unidos. Então para comprar só estando por lá.


segunda-feira, 16 de junho de 2014

MÚSICO NÃO PRECISA DE INSCRIÇÃO EM ÓRGÃO DE CLASSE PARA EXERCER A PROFISSÃO

MÚSICO NÃO PRECISA DE INSCRIÇÃO EM ÓRGÃO DE CLASSE PARA EXERCER A PROFISSÃO
Atividade é considerada de livre expressão, não sendo razoável aplicar restrições ao seu exercício
A Quarta Turma do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF3) decidiu, por unanimidade, que a profissão de músico não exige inscrição na Ordem dos Músicos do Brasil (OMB) nem o pagamento de taxas ou mensalidades por ser a música uma das formas de manifestação da arte, devendo ser livre a sua expressão.

Segundo Lei nº 3.857/60, que criou a Ordem dos Músicos do Brasil, seria necessário o registro na autarquia para poder exercer a profissão. Porém, segundo a relatora do acórdão, desembargadora federal Marli Ferreira, essa exigência não foi recepcionada pela Constituição Federal de 1988, por ser incompatível com a liberdade de expressão artística e de exercício profissional, asseguradas no artigo 5º, incisos IX e XIII.

A decisão manteve liminar concedida pela 1ª Vara de São José do Rio Preto em um mandado de segurança impetrado por um músico que teria apresentações programadas no Sesc Taubaté, Catanduva, Birigui e São José do Rio Preto, mas que a Ordem dos Músicos o estaria impedindo de se apresentar.

O músico alegou que faz parte de uma banda e que realiza apresentações em casas de shows, bares, clubes e festas e que, embora seja músico profissional, a OMB não permite apresentações em determinados locais sem que ele efetue o pagamento de mensalidades, exigindo, inclusive, que ele se filie à entidade, passando a pagar anuidades, com a emissão de carteira profissional.
Já a OMB afirmou que o artista não se limita a manifestar sua expressão artística e musical, mas que dela irá auferir rendimentos de natureza econômica, o que passa a ser exercício profissional. Alegou ainda que, para que o músico possa exercer a sua profissão é necessário, além da qualificação profissional específica, estar regularmente inscrito na Ordem dos Músicos do Brasil, no Conselho Regional do Estado de São Paulo.

Na decisão do TRF3, a desembargadora Marli Ferreira afirmou que “de fato, o art. 5º, XIII, da CF assegura a liberdade de trabalho, ofício ou profissão e determina a observância das qualificações legais”. Porém, ressaltou que a regulamentação de atividade profissional depende da demonstração de existência de interesse público a proteger. “Portanto, não seria razoável aplicar, relativamente aos músicos, restrições ao exercício de sua atividade, na medida em que ela não oferece risco à sociedade, diferentemente, por exemplo, das atividades exercidas por advogados, médicos, dentistas, farmacêuticos e engenheiros, que lidam com bens jurídicos extremamente importantes, tais como liberdade, vida, saúde, patrimônio e segurança das pessoas”.

Ela afirmou ainda que “a música constitui uma das formas de manifestação da arte, exercendo o seu autor ou intérprete a liberdade supra mencionada e submetendo-se ao crivo da opinião pública. Sendo assim, apesar de a Carta Magna permitir restrições para o exercício de atividade profissional por meio de lei ordinária, tais restrições só poderão ser impostas com observância dos princípios constitucionais da proporcionalidade e da razoabilidade, justificando-se a fiscalização somente no caso de atividade potencialmente lesiva”.

A decisão da turma concluiu, portanto, ser desnecessária a exigência de inscrição perante o órgão de fiscalização, seja ele ordem ou conselho.

No TRF3, a ação recebeu o número 0001747-24.2013.4.03.6106/SP

Assessoria de Comunicação