segunda-feira, 5 de maio de 2008

"Sistema 5" - Sistema ( C A G E D )

"Sistema 5" - (C A G E D)
Através deste sistema é possível visualizar o braço do instrumento dividido em 5 regiões. Associaremos cada região a um formato básico (vide abaixo) e a cada formato básico será possível associarmos escalas e acordes de praticamente qualquer tipo.
O sistema é baseado nos cinco formatos básicos de tríades* maiores encontradas na primeira região.
*Tríades: Acordes de 3 sons, formados através da superposição de terças.
Formatos Básicos
Desenvolvendo:
Teremos, a princípio, acordes sem inversão, onde o baixo (nota mais grave do acorde), dá nome aos mesmos.
Tendo Dó maior como exemplo teremos, em o mesmo Dó Maior em cinco regiões:
1- Dó no formato de Dó
2- Dó no formato de Lá
3- Dó no formato de Sol
4- Dó no formato de Mi
5- Dó no formato de Ré

Se Observarmos faremos, o “C”-Dó nos cinco formatos de “C – A – G – E – D”, daí então vem o nome do estudo Sistema CAGED ou Sistema 5 ( Sistema em que um acorde é feito de cinco formas e abrange cinco regiões.
Exercício de assimilação:
"Movimento Horizontal":
Faça as seguintes tríades maiores em cinco regiões: C, D, E, F, G, A, B.
"Movimento Vertical":
Faça as tríades acima na 1ª região, repetir o mesmo nas cinco regiões do braço. Vamos considerar uma região como sendo o espaço ocupado pelas tríades de C (vide esquema acima), uma casa à frente e uma casa atrás.

"Sistema 5" (C A G E D) Formatos básicos x Escala Maior
(ex.: Escala de Dó maior)
Ao lado temos, conforme aprendido anteriormente, todas as notas naturais no braço da guitarra (escala de dó maior).
Vamos agora associar essas notas ao "Sistema 5".
Os números correspondem à digitação:

0= corda solta;

1= dedo indicador;

2= dedo médio;

3= dedo anular

e 4= dedo mínimo.


Clique nas figuras para visualizar melhor a foto

a) Estude os 5 formatos separadamente.
b) De ponta a ponta, cobrem três oitavas e doze trastes do braço da Guitarra.
c) Existem apenas três maneiras para mover-se de um formato para outro:
1a - mudança de posição,
2a - alongamento e
3a - slide. Use uma ou mais maneiras.
d) Aqui estão duas maneiras para melhorar sua habilidade em interligar os formatos:
1a - Toque uma escala da nota mais grave de qualquer formato até a nota mais aguda do formato seguinte. Faça-o seis vezes, na 1a vez mudando de formato na 6a corda, na 2a vez pela 5a corda e assim por diante.
2a - Toque uma escala (ou melodia que você conheça) sobre somente uma ou duas cordas, usando qualquer das três maneiras para mover-se através dos formatos.
(Obs.: isto é também uma ótima técnica para percepção).

Valeu e Espero que gostem!!! Até a próxima!!!

35 comentários:

  1. Perfeito cara, essa postagem foi essencial pra mim, eu estou estudando escalas por conta propria e vc me ajudou muito
    Vlw!!

    ResponderExcluir
  2. Não sei porque, mas nao consigo entender isso...

    ResponderExcluir
  3. Não sei porque, mas nao consigo entender isso...[2]

    ResponderExcluir
  4. ola parabens pelo estudo mas estou em duvida em uma nota o F# que aparece no segundo exemplo c em forma de la soa meio estranho t+

    ResponderExcluir
  5. A escala no modelo de A está errado... a nota F# não existe na tonalidade de C Maior... por favor corrija este erro....

    ResponderExcluir
  6. BURROS DA MERDA VÃO TODOS TOMAR NO ARO DE SEUS CÚS, INCLUSIVE O IDIOTA DO SABÓIA GUITARRISTA DE MERDA QUE POSTOU ESSE LIXO!! ASS.: CAVERNA.

    ResponderExcluir
  7. interessante este exercicio!

    Ajuda mesmo a ampliar horizontes.

    ResponderExcluir
  8. rsrs, só tem burro comentando mesmo parabéns pelo post.

    Só pra exclarecer F# é o começo de toda escala no sistema CAGED uma escala não precisa necessariamente começar no tom que leva o nome.
    A Escala Recebe o nome da nota mais evidente do padrão e só isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "uma escala não precisa necessariamente começar no tom que leva o nome." E nem necessariamente em F#.
      "A Escala Recebe o nome da nota mais evidente do padrão e só isso." - Na verdade o que dá nome a escala são todas as suas notas em conjunto, e não "nota mais evidente". Por exemplo, a única nota diferente nas escalas de Dó e Sol é o F#.

      Excluir
  9. nao consigo entendeeeeeeeeeeeeeeer...

    ResponderExcluir
  10. entendi mais ou menos

    ResponderExcluir
  11. rsrs Só tem burro mesmo até eu que so mulher e so toco a 6 meses sei como funciona o caged e sem palavras e mto facillll. nao sei o que seria de min sem essa tecnica.. ass Linny Sweet

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Até eu que sou mulher", kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!

      Excluir
    2. "Até eu que sou mulher"? Como se mulher não fosse capaz de entender? Você precisa rever seus conceitos de consciência de classe, moça. Coisa muito feia é mulher se reduzindo a condição de inferioridade e reproduzindo discurso patriarcal (machista).
      Outra coisa, respeite quem ainda não entendeu, cada um tem seu tempo e ritmo de aprendizado. Começando principalmente pelo linguajar ofensivo. Melhore!

      Excluir
  12. CARAMBA QUE BAIXO ASTRAL.... NOSSA !!...

    ResponderExcluir
  13. MUITO BOM JA TINHA VISTO ANTES E SEI O QTO ELA E IMPORTANTE, VALEW MESMO

    ResponderExcluir
  14. Cara esse blaze é um animal


    (Só pra exclarecer F# é o começo de toda escala no sistema CAGED uma escala não precisa necessariamente começar no tom que leva o nome.
    A Escala Recebe o nome da nota mais evidente do padrão e só isso.) meo olha bem o que vc está falando...

    so pra resaltar F# não existe na tonalidade de C

    ResponderExcluir
  15. O erro é que o sistema CAGED não está num "tom", como C, onde não caberia o F#. Trata-se de um estudo baseado em um ciclo de quintas. Assim, inicia-se com o acorde de C (formato C, acima), tocando-se todas as notas da escala, sem acidentes. O próximo acorde será aquele uma quinta acima, ou seja, G. No G entrará o primeiro acidente, o F#. Assim, a digitação da escala será igual a da escala de C, trocando-se a 7ma. por seu sustenido, no caso o F por F#. O próximo acorde será a 5a. de G, ou seja, D, cuja sétima é o C que passa a ser C#. Lembro que a digitação deve ser igual a da escala anterior, agora trocando o C por C#, estando a escala agora com dois acidentes, F# e C#. Segue-se sempre assim até se chegar ao C#, quando a escala inteira será de acidentes ou "notas pretas". É um estudo interessante e que deve ser feito com calma, fixando-se as notas e acidentes da escala. Acho que é isso! Valeu.

    ResponderExcluir
  16. Muito bom pra estudar, eu tô aprendendo algumas coisas com esse site
    Valeu

    ResponderExcluir
  17. É interessante ver como a música vai rapidamente pro espaço...

    ResponderExcluir
  18. esse sistema é muito importante. e ajuda a conhecer o braço muito bm! Parabens pelo blog!

    ResponderExcluir
  19. eu sempre ouvia falar desse sistema e não sabia do que se tratava...

    agora que eu descobri eu me decepcionei...

    esse sistema aí a gente sem saber assimila com o tempo... se estudar um pouquinho só de teoria vc chega sem querer nesse sistema... achei que era algo revolucionário e no entanto nem sabia que já conhecia ele... tudo por pura dedução... é só se ligar como se faz o acorde de mi e notar que se vc deslizar ele uma casa pra frente ele vira fá.. se deslizar mais duas casas vira sol.. e assim vai... idem para o lá.. desliza ele 2 casas e tem o si... mais uma casa o dó... depois vc percebe que isso funciona para tudo... e pronto... vc descobriu o famoso sistema CAGED... me poupe!

    coisa mais fácil que nem precisava ser chamada assim... (parece algo grandioso) e eu achando que era praticamente um método KUMON... hehehehehe

    ps: o V se expressou mal mas deu para entender... o "novo" acorde levará o nome pela nota mais grave, ou o bordão...

    ResponderExcluir
  20. nunca entendi pra que isso serve

    ResponderExcluir
  21. ai cara! A postajem esta maneira quaze entendi tudo que voce falou.. Uqui eu nao entendi foi a parte que dizia :
    ''d) Aqui estão duas maneiras para melhorar sua habilidade em
    interligar os formatos:
    1a - Toque uma escala da nota mais grave de qualquer formato
    até a nota mais aguda do formato seguinte...'' pesso para que me esclaressam, e' importante para mim... Vlw

    ResponderExcluir
  22. pessoal deixa eu falar uma coisa.
    O sistema é bom mas s vcs querem aprender mesm tocar guitarra primeira procurem uma boa escola pq aqui tem algumas postagem um pouco eguinorantes.
    E depois p se conhecer o braço d uma guitarra vcs precisam bem mais o q visualiza-lo vcs precisam senti-lo como uma parte do próprio corpo...
    Tchal.....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "eguinorantes"? sério mesmo?

      Excluir
    2. kkkkk, a gente procura uma boa escola de guitarra , E VOCÊ POR FAVOR PROCURE UM PROFESSOR DE PORTUGUÊS URGENTE, seu "Egnorante"

      Excluir
  23. "eguinorantes"? sério mesmo?

    ResponderExcluir
  24. esse F# está meio estranho não é pessoal

    ResponderExcluir
  25. Galera meu professor me ensinou como funciona o sistema CAGED, mas de uma forma diferente e com desenhos diferentes para cada escala (C, um formato, A outro formato etc.) ele me disse que é fundamental para improvisação, e se alguém quer impressionar alguém, aprender fazer as escalas do sistema CAGED com sweeping, já é o suficiente para deixar qualquer leigo de queixo caído. OBS: é necessário improvisar, não basta realizar as escalas na forma que estão no esquema mas só lembrando que realizar uma simples escala já dá um P**@! som.

    ResponderExcluir
  26. Geralmente um iniciante aprende os primeiros acordes
    na 1/2 posição(1°casa),envolvendo cordas soltas.
    Esses primeiros acordes são:.
    E/Em/E7/Em7...A/Am/A7/Am7...
    D/Dm/D7/Dm7..G/G7 e C/C7.
    Excetuando Gm e Cm, nenhum deles são feitos com pestanas.
    Se tomarmos como exemplo o acorde de Dó Maior,nós descobriremos
    que ele vai aparecer nas cinco(5) regiões do braço da guitarra(violão)
    e nos cinco (5) formatos("shapes","modelos" etc..).
    Ou seja o acorde de Dó Maior vai aparecer nos:.
    "formato de C "
    "formato de A "
    "formato de G "
    "formato de E "
    "formato de D "
    Cada formato compreenderá uma "área de atividade"(geralmente de
    4 casas) onde serão tocadas as "escalas,acordes e arpejos".
    Um exemplo de utilização:.
    vamos supor que estamos fazendo um solo em Am7 usando a "pentatônica m7"
    e começamos o solo na casa 5 e queremos explorar o solo na região aguda!
    Dai entra o CAGED:. uma opção para o agudo é o formato de A na 12° casa.
    O guitarrista que memorizou os 5 formatos da "penta m7" vai conseguir seguramente
    passar da 5° região para a 12° região sem problema.
    Eu acrescentaria dizer que o "CAGED" pressupõe o "movimento vertical"

    Obs.:. o F# que aparece no "formato de A " realmente não existe na tonalidade de Dó Maior(c.d.e.f.g.a.b.c).
    Ex:. se a tonalidade for em Mi Maior, serão respeitados as "alterações próprias da tonalidade de Mi maior que
    são:. e.f#.g#.a.b.c#.d#.e.)

    ResponderExcluir
  27. Parabéns pela divulgação do SISTEMA 5 CAGED, é o minimo de noção que devemos ter para evoluir no estudo, abre as portas para uma ampla visão no braço do instrumento, é um excelente atalho!!!

    ResponderExcluir
  28. Olá galera, bom dia!
    Sou tecladista de um banda baile daí rolou uma discussão no ensaio ontem.
    Estávamos tocando uma música em D, então rolou um passagem em G, em que o guitarra deu um G e o Baixo deu um E.
    Então que acorde é este?
    Eu(teclado) disse que o acorde era um Em7, já o baixo insistiu que o acorde era um G6.Então...
    Abraços...

    ResponderExcluir